Tradições e Superstição no casamento

A cerimônia e a recepção do casamento estão cercadas de tradições e superstições, que podem mudar ou não, dependendo da cultura, religião ou crença. Mas é fato que estão presentes em todas as culturas.

Muitas noivas seguem algumas dessas tradições apenas por costume e hábito de sempre ser assim. Algumas seguem por acreditar fielmente no resultado dessas práticas. E outras apenas por precaução, por tratarem de trazer sorte ou azar em um momento tão especial. É melhor não arriscar, né?

Existem ainda algumas tradições de outras culturas, que são vista tanto em filmes e series, que alguns acham interessantes e resolvem seguir também. Muita dessas tradições e superstições não se sabe ao certo a origem, mas sempre queremos boas vibrações. O mais importante é seguir o que o seu coração mandar. Por isso vamos listar algumas dessas tradições e superstição:

- Sobre o vestido de noiva existem muitas superstições. O vestido dever ser branco para mostrar a pureza e a virtude da mulher, existe algumas religiões usam outras cores. Uma superstição muito importante e usada é que o noivo não poderá ver a noiva usando o vestido antes de entrar na Igreja, para não trazer má sorte. E ainda dizem que colocar os nomes das amigas solteiras na barra do vestido faz atrair casamento para elas, que tal ajuda-las?

- Uma tradição muito comum nos Estados Unidos e que aparecem em muitos filmes e series, é que a noiva deverá usar uma coisa velha, uma coisa nova, uma coisa emprestada e uma coisa azul. Essa tradição americana é carregada de simbolismo. O velho representa o passado e a continuidade, o novo representa otimismo e esperança para a vida futura, o emprestado é a felicidade que deverá ser partilhada pelo casal e o azul, a fidelidade, amor eterno e pureza.

- O noivo deverá chegar antes à Igreja e entrar com o pé direito, para atrair boa sorte e longevidade para a união. E a noiva deverá entrar na Igreja e percorrer todo o caminho sem tropeçar ou cair, assegurando uma vida boa e sem obstáculos para o casal.

- Até mesmo o modo em que usamos as alianças é uma tradição bem antiga, vinda de Roma. Acreditavam que no quarto dedo da mão esquerda (dedo anelar) passava uma veia que estava diretamente ligada ao coração.

- Durante a cerimônia religiosa, a noiva deve se ficar do lado esquerdo do noivo, essa tradição vem desde a idade média. Antigamente os homens tinham que defender suas amadas, caso algum outro homem quisesse roubá-la, com a espada usando o braço direito para o combate. Segundo a superstição, quando a noiva fica no lado esquerdo, também significaria afastar o risco da infidelidade.

- As damas de honra surgiram para confundir os maus espíritos, que não sabia diferenciar qual seria a noiva.

- Na saída dos noivos os convidados esperando e comemorando junto ao casal, significa fartura e o ato de jogar arroz ou pétalas significa boa fertilidade ao casal.

 

- A primeira fatia do bolo dos noivos deverá ser cortada juntos, significa que trará uma vida de grande partilha.

- Outra superstição muito usada é a hora de jogar o buquê, e passar a sorte para uma amiga de casar. Porém muitas noivas estão preferindo jogar outras coisas (buquê santo Antônio e outros) e guardando o buquê original desidratando e enquadrando, acreditando que a felicidade do casal ficará guardada.

- Sabiam que se a noiva chorar no dia do casamento, é bom sinal, pois essas serão as últimas lágrimas que derramará em todo o seu casamento.

- A chuva no dia do casamento simboliza fertilidade, e um casal com a cerimônia interrompida por uma chuva torrencial, terá um filho dentro de nove meses. Viu como chuva no dia do casamento não é tão ruim assim?